Charli XCX libera o amado/temido álbum ‘Sucker’

Charli XCX

A cantora Charli XCX lança o álbum Sucker, o sucessor do elogiado True Romance e que vem na onda de sucessos como “Boom Clap” e a parceria “Fancy” com Iggy Azalea, no dia 15 de dezembro pelo selo Asylum/Atlantic Records.

Sucker revela o lado punk rock adormecido e de atitude da artista. Com guitarras por todos os lados, vocal explosivo de uma riot girl em fúria e sintetizadores (“Break The Rules”) grudados nas melodias, Charli retorna com o apelo pop de uma Taylor Swift (“Breaking Up”) num musical que soa como uma rebelião juvenil.

Com atitude pop punk, Charli XCX busca inspiração no sample de “I Love Rock ‘n’ Roll” de Joan Jett (em “Hanging Around”) e cita “Beat on the Brat” do Ramones (em “London Queen”) para demonstrar sua intensidade musical, enquanto que a essência mais popular do trabalho fica por conta da rodada “Boom Clap” e na parceria com o produtor Greg Kurstin em “Famous”.

O lado punk de Charli é um verdadeiro caso de ama ou odeie, mas com diversão garantida e sem responsabilidade caso você fizer questão de esquecê-lo.