Kendrick Lamar critica a América e multiplica-se no clipe de “For Free? (Interlude)”

sexta-feira, julho 31st, 2015

Kendrick Lamar

Kendrick Lamar apresenta um videoclipe para o seu jazz rap “For Free? (Interlude)”, o sucessor de “Alright” e “King Kunta”, extraído do álbum To Pimp A Butterfly publicado pelo selo Interscope Records.

No videoclipe, Lamar persegue uma moça interesseira por uma mansão e depara-se com o Tio Sam para cuspir seus “this dick ain’t free”, forma que encontra para criticar a cultura norte-americana e o papel do negro bem sucedido no país, até que várias versões do rapper aparecem no bairro.

“Oh America, you bad bitch, I picked cotton that made you rich. Now my dick ain’t free”

A direção é de Joe Weil e The Little Homies.

Favela resgata memórias num parque de diversão no videoclipe de “Future Visions”

sexta-feira, julho 31st, 2015

Favela - Future Visions

O produtor inglês Favela apresenta o videoclipe do single “Future Visions”, extraído do EP de mesmo nome publicado pelo selo Transgressive Records, com direção de Ozzie Pullin.

No trabalho, um filme antigo de uma garota divertindo-se num parque de diversões, resgata lembranças de um determinado período da vida do músico em que frases como “when I think of future, all I wanna see is you” pareciam fazer mais sentido. Segundo o próprio, a ideia é “mostrar um conceito de que tudo o que satisfaz, não dura para sempre”.

O EP Future Visions encontra-se disponível para audição:

Baio, projeto do baixista do Vampire Weekend, lança a faixa “Endless Rhythm”

sexta-feira, julho 31st, 2015

Baio

Chris Baio, baixista do Vampire Weekend e responsável pelo Baio, solta mais uma das faixa do disco The Names para acompanhar a contagiante “Sister of Pearl” e a dançante “Brainwash yyrr Face” na promoção da estreia.

“Endless Rhythm” trilha por uma combinação pop romântica oitentista com pianos saltitantes, percussão ágil e traços eletrônicos com uma influência de David Bowie, Bryan Ferry e, claro, Vampire Weekend.

The Names chega às lojas em setembro pelo selo Glassnote Records.

Mark Ronson, Kevin Parker do Tame Impala e Andrew Wyatt do Miike Snow fazem cover de Queens of the Stone Age

sexta-feira, julho 31st, 2015

Mark Ronson

Em uma visita aos estúdios da rádio australiana Triple J, Mark Ronson leva alguns amigos importantes para apresentar uma versão de “I Sat By The Ocean” do Queens of the Stone Age.

O produtor conta com uma ajuda amiga de Kevin Parker (do Tame Impala) e Kirin J. Callinan nos instrumentos, enquanto Andrew Wyatt (do Miike Snow) assume os vocais.

Ronson e Parker apresentaram ainda a parceria “Daffodils”, parte do álbum Uptown Special, ao vivo.

O náufrago Mika no videoclipe de “Staring At The Sun”

sexta-feira, julho 31st, 2015

MIKA - Staring At The Sun

Mika divulga o videoclipe de “Staring At The Sun”, baladinha eletrônica com DNA do Empire of the Sun, para acompanhar a promoção do álbum No Place In Heaven de singles como “Good Guys”, “Talk About You” e “Last Party”.

No material, o músico aparece num pequeno barco no meio do oceano até desembarcar numa ilha para começar sua aventura e desvendar os mistérios do lugar. Praticamente, ‘Robinson Crusoé’ segundo Mika.

A direção é de Andreas Dermanis e Michael Holbrook Penniman, Jr.

Macy Gray dedica música ao vibrador e lança videoclipe animado de “BOB”

quinta-feira, julho 30th, 2015

Macy Gray

Macy Gray resgata os seus dias de “Sexual Revolution” e mostra o seu amor e liberdade sexual na baladinha R&B “BOB” (abreviação para ‘Battery Operated Boyfriend’), canção dedicada ao seu vibrador e que anuncia a segunda parte do álbum The Way.

No videoclipe animado, o vibrador BOB passeia pela casa com outros modelos e baterias até encontrar a sua “namorada” para mais uma noite de prazer. “Tonight I’m gonna love myself”.

A direção é de Dan Fusselman.

O perigoso amor de Miguel no videoclipe de “…goingtohell”

quinta-feira, julho 30th, 2015

Miguel

Miguel segue com seu enredo romântico e perigoso para divulgar o álbum Wildheart e lança o videoclipe de “…goingtohell” como prelúdio de “Cooffe” e “NWA”.

Em “…goingtohell”, o músico mostra sua arte de seduzir nos bastidores de uma galeria e brinca de roleta russa com sua amada na cama. É um amor perigoso e redentor (“only you can save me I’m a sinner”).

Os videoclipes formam o primeiro capítulo de Wildheart, intitulado pelo músico como ‘Find What You Love and Let It Kill You’.

!!! anuncia o álbum ‘As If’ com as faixas “Freedom! ’15” e “Sick Ass Moon”

quinta-feira, julho 30th, 2015

!!!

O !!! (Chk Chk Chk) divulga as faixas “Freedom! ’15” e “Sick Ass Moon” para começar a promoção do sexto álbum de estúdio, intitulado As If, programado para chegar às ruas em outubro pelo selo Warp.

Ambas trazem o espírito entusiasmado dance punk funkeado e cheio de groove próprio do grupo. “Freedom! ’15” soa como uma odisseia disco, enquanto que “Sick Ass Moon” apropria-se de um house com pinceladas R&B. É para não ficar parado e entrar no clima da dança.

Capa e tracklist de As If:

!!! - As If

01. “All U Writers”
02. “Sick Ass Moon”
03. “Every Little Bit Counts”
04. “Freedom! ’15”
05. “Ooo”
06. “All the Way”
07. “Til the Money Runs Out”
08. “Bam City”
09. “Funk (I Got This)”
10. “Lucy Mongoosey”
11. “I Feel So Free (Citation Needed)”

The Joy Formidable regrava tema principal da série ‘Twin Peaks’

quinta-feira, julho 30th, 2015

The Joy Formidable

Sem grandes novidades desde o lançamento do álbum Wolf’s Law, de canções como “This Ladder Is Ours”, o trio The Joy Formidable encontra-se em estúdio trabalhando num novo disco e durante uma das sessões recriaram o tema da cultuada série ‘Twin Peaks’.

Os roqueiros pegam a faixa “Falling”, composta por Angelo Badalamenti, e contemplam-a com um dream pop sombrio de guitarras deslizantes, mas sem perder a atmosfera misteriosa da original.

Uma nova temporada da série de David Lynch será lançada em 2017 pelo canal Showtime.

The Chemical Brothers lança a faixa bônus “Wo Ha” do álbum ‘Born In The Echoes’

quinta-feira, julho 30th, 2015

The Chemical Brothers

O The Chemical Brothers apresenta uma das faixas descartadas do álbum Born In The Echoes e que faz parte da edição especial do registro publicado pelo selo Astralwerks.

“Wo Ha” é criada em beats lineares soturnos e sintetizadores crescentes para o duo explorar o título da canção de forma exaustiva e tentadora.

Além de “Wo Ha”, a edição deluxe conta com a inédita “Let Us Build A City” e versões estendidas de “Go” e “Reflexion”.