SAULT, a banda desconhecida e com um disco de estreia, lança um dos melhores trabalhos do ano

Quem é SAULT? Não sabemos.
E 5 já pode ser considera um dos melhores discos do ano? Com certeza!

Através de uma publicação da rapper Little Simz, o SAULT ganhou uma pequena visibilidade nas redes sociais. Em questão de dias, o grupo com menos de 100 curtidas (até o momento) no Facebook, lançou o seu disco de estreia ‘5’.

Não existem informações sobre a banda / projeto. Apenas se sabe que ela faz parte do catálogo de artistas independentes do selo Forever Living Originals. Sendo assim, podemos resumir sua sonoridade como uma combinação do groove do Jungle, o dinamismo alt-pop do tUnE-yArDs, a eletrônica sintetizada de KAYTRANADA, a classe nostálgica de Anderson .Paak e vocais animadores com o espírito do The Go! Team.

São quatorze faixas que percorrem diversos estilos de maneira simultânea, permitindo com que cada composição se sobressai de forma natural e única.

5 percorre por diversos cenários de maneira coesa. Vai aos anos setenta nos tempos áureos do Soul Train e da música negra (em “Don’t Waste My Time”), coleta ritmos africanos enfáticos (em “Up All Night”), resgata elementos puros da Motown (em “Let Me Go”), toma uma brisa reggae para acalmar os ânimos (“Masterpiece”), seduz com funky groove (“Why Why Why Why Why” e “We Are the Sun”) e busca serenidade em suas vocais harmoniosos (“Something’s in the Air” e “B.A.B.E.”).

Uma das grandes surpresas do ano. E surpresa misteriosa.

O disco também encontra-se disponível nas plataformas de streaming: