Alice Glass, ex-Crystal Castles, lança o belo e mórbido videoclipe de “Without Love”

quinta-feira, 10 agosto de 2017 15:34

Alice Glass

Alice Glass, ex-Crystal Castles, começa a dar rumo à sua carreira solo e junta-se à diretora Floria Sigismondi, responsável por trabalhos de David Bowie e Björk, para apresentar o videoclipe do single “Without Love”.

O trabalho busca um equilíbrio entre o mórbido e o belo com cenas de Glass em ambientes cobertos de flores – como banheiros, salas, em carros e piscinas – lutando para se libertar das raízes e confins da terra.

Moses Sumney canta sobre ser o “outro” num triângulo amoroso na primorosa “Quarrel”

quinta-feira, 10 agosto de 2017 15:15

Moses Sumney

Moses Sumney tem tudo para conquistar o público e a crítica com o seu disco Aromanticism. Depois de lançar o single e videoclipe de “Doomed”, o músico apresenta mais uma bela composição de seu trabalho de estreia.

“Quarrel” é uma jornada elegante e hipnótica de seis minutos contemplada por beats minimalistas, cordas refinadas, harpas, pianos e o vocal sedutor de Sumney para refletir um triângulo amoroso e ser o outro da relação. “We cannot be lovers cuz I am the other”.

Aromanticism tem lançamento marcado para o mês de setembro pelo selo Jagjaguwar.

Queens of the Stone Age lança a épica “The Evil Has Landed” do álbum ‘Villains’

quinta-feira, 10 agosto de 2017 14:10

Queens of the Stone Age

O Queens of the Stone Age lança o single “The Evil Has Landed”, o sucessor de “The Way You Used to Do”, para promover o álbum Villains produzido ao lado de Mark Ronson e que chega às lojas no dia 25 de agosto pelo selo Matador.

“The Evil Has Landed” é um rock psicodélico e explosivo, com aura de Led Zeppelin, em suas guitarras pontuadas e grooves nas mãos de Josh Homme e companhia com direito a um final épico em seus minutos finais.

Cut Copy anuncia o álbum ‘Haiku From Zero’ e divulga a faixa “Standing in the Middle of the Field”

quinta-feira, 10 agosto de 2017 12:11

Cut Copy - Haiku From Zero

Depois de apresentar o single “Airbone”, o Cut Copy anuncia o lançamento do álbum Haiku From Zero para o mês de setembro pelo selo Astralwerks e solta a inédita “Standing in the Middle of the Field”.

A composição vem envolvida pela atmosfera tropical dos australianos na eletrônica crescente, marimbas, sintetizadores e percussão tribal com conselhos para levar uma vida sossegada na voz de Dan Whitford que canta “you gotta give up the things you love to make it better”.

Capa e faixas de “Haiku From Zero”:

Cut Copy - Haiku From Zero

01. “Standing in the Middle of the Field”
02. “Counting Down”
03. “Black Rainbows”
04. “Stars Last Me a Lifetime”
05. “Airborne”
06. “No Fixed Destination”
07. “Memories We Share”
08. “Living Upside Down”
09. “Tired to the Weather”

Tori Amos está política e eletrônica em “Up The Creek” do álbum ‘Native Invader’

quinta-feira, 10 agosto de 2017 11:20

Tori Amos

A cantora e compositora Tori Amos lança o álbum Native Invader em setembro pelo selo Decca e apresenta o segundo gostinho da obra após divulgar o single “Cloud Riders”.

A urgente e pulsante “Up The Creek”, construída numa batida eletrônica sombria e guiada por cordas, sintetizadores, guitarras e acordes de piano, atualiza o repertório de Amos com originalidade numa faixa política e com os vocais de apoio de sua filha, Tash.

“You know that’s the time we must stand strong”.

Liam Gallagher mostra a faixa “For What It’s Worth” do álbum solo ‘As You Were’

quinta-feira, 10 agosto de 2017 10:44

Liam Gallagher

Liam Gallagher apresenta a inédita “For What It’s Worth” para promover o álbum solo As You Were, de canções como “Chinatown” e “Wall of Glass”, que chega às ruas em outubro pelo selo Warner.

A canção é uma balada pop rock com belos arranjos de cordas e trejeitos de uma “Don’t Look Back in Anger” do Oasis para Gallagher se redimir pelo mau comportamento ao longo dos anos como canta no refrão. “I’m sorry for the hurt, I’ll be the first to say I made my own mistakes”.

Alice Glass, ex-Crystal Castles, retorna com o single “Without Love”

quinta-feira, 10 agosto de 2017 00:00

Alice Glass

Alice Glass, ex-integrante do Crystal Castles, apresenta o segundo single em carreira solo quase dois anos depois do lançamento de sua faixa de estreia, a perturbadora e pessoal “Stillbirth”.

Diferente da agressiva composição anterior, “Without Love” é um trap eletrônico enigmático em que Glass explora a leveza de seu vocal numa produção que se encaixaria perfeitamente no repertório de Grimes ou do Purity Ring. A faixa é co-escrita e co-produzida por Jupiter Keyes (HEALTH).

Lianne La Havas trabalha em novo disco e retoma a promoção de ‘Blood’ com clipe de “Tokyo”

quarta-feira, 9 agosto de 2017 13:30

Lianne La Havas - Tokyo

A cantora e compositora Lianne La Havas encontra-se em estúdio trabalhando no terceiro disco de estúdio de acordo com suas redes sociais, mas apresenta um videoclipe para a faixa “Tokyo”, extraída do álbum Blood, realizado ao lado do amigo Ravi Dhar (de “Green & Gold”).

No trabalho, Las Havas desbrava a metrópole japonesa por ruas, metrôs, karaokês e topo de prédios como se fosse a sua versão de ‘Encontros e Desencontros’ (2003).

The New Pornographers retrata uma série de personagens desastrosos no videoclipe de “Whiteout Conditions”

quarta-feira, 9 agosto de 2017 13:14

The New Pornographers - Whiteout Conditions

O The New Pornographers conta com a mão do cineasta Kevan Funk, responsável por “Memory” do Preoccupations, para dirigir o videoclipe da faixa título do álbum Whiteout Conditions.

O trabalho parece buscar inspiração em filmes como ‘Short Cuts – Cenas da Vida’ (1993) ou ‘Magnólia’ (1999) para retratar seus diversos personagens, suas trajetórias desastrosas e concluir o enredo com um final inesperado.

Kelela lança videoclipe de “LMK” para divulgar o álbum de estreia ‘Take Me Apart’

quarta-feira, 9 agosto de 2017 12:05

Kelela - LMK

Kelela foca-se na promoção do álbum de estreia Take Me Apart e solta o videoclipe de “LMK” para acompanhar a promoção da obra que chega às lojas em outubro pelo selo Warp Records.

No videoclipe, a artista aparece com três looks diferentes – vestindo perucas e com seu cabelo natural – como se estivesse presa em clubes noturnos num material colorido e sedutor com a essência das produções do início dos anos 2000. A direção é de Andrew Thomas Huang, conhecido por suas colaborações com Björk.