Billie Eilish, com seus 15 anos, surpreende com seu pop de gente grande no single “Watch”

sexta-feira, junho 30th, 2017

Billie Eilish

A cantora e compositora Billie Eilish, uma garota de 15 anos e com o dom de criar um pop cativante e efetivo – comprovado nas faixas “Bellyache” e “Bored” – lança o single “Watch” para começar a dar forma ao seu aguardado EP de estreia.

A canção é uma balada montada em beats majestosos, eletrônica refinada e o vocal frágil de Eilish para retratar uma relação tóxica antes de livrar-se dela. A produção é assinada por Finneas O’Connell, irmão mais velho da artista.

“When you fantasize, am I your fantasy? Now you know, now I’m free”.

Beach House libera o álbum ‘B-Sides and Rarities’ para audição

sexta-feira, junho 30th, 2017

Beach House

O Beach House comemora o lançamento do álbum B-Sides and Rarities, publicado pelo selo Sub Pop, e libera o trabalho para audição gratuitas através das plataformas de streaming e seu canal do YouTube.

O disco contém uma coleção de b-sides, remixes e raridades “descobertas” por Victoria Legrand e Alex Scally, além de traz um cover de Queen (“Play the Game”) e as inéditas “Chariot” e “Baseball Diamond”, composições descartadas dos álbuns Depression Cherry e Thank Your Lucky Stars da dupla.

Liam Gallagher lança o single “Chinatown” e detalhes do disco solo ‘As You Were’

sexta-feira, junho 30th, 2017

Liam Gallagher

Liam Gallagher, ex-Oasis e ex-Beady Eye, mostra o segundo single extraído do álbum solo As You Were que chega às lojas em outubro pelo selo Warner.

Diferente de “Wall Of Glass”, “Chinatown” trafega por uma sonoridade mais delicada e com Gallagher mais reflexivo na produção musical de Dan Grech-Marguerat (Tom Odell /The Vaccines).

Capa e faixas de As You Were:

Liam Gallagher - As You Were

01. “Wall Of Glass”
02. “Bold”
03. “Greedy Soul”
04. “Paper Crown”
05. “For What It’s Worth”
06. “When I’m In Need”
07. “You Better Run”
08. “I Get By”
09. “Chinatown”
10. “Come Back To Me”
11. “Universal Gleam”
12. “I’ve All I Need”

Arcade Fire busca encontrar o sentindo da vida no videoclipe de “Signs of Life”

sexta-feira, junho 30th, 2017

Arcade Fire - Signs of Life

Depois de apresentar “Signs of Life” em seus shows ao vivo, o Arcade Fire mostra a versão de estúdio do single produzido pela banda, Steve Mackey e Thomas Bangalter (do Daft Punk) para auxiliar na promoção do álbum Everything Now.

O single, um pop rock inspirado pelas discotecas setentistas, é promovido junto ao videoclipe dirigido por Lucas Leyva e Jilian Mayer, responsáveis pelo coletivo Borscht. No trabalho, dois agentes buscam solucionar uma investigação paranormal que envolve um objeto que caiu do céu e sua relação com o Arcade Fire.

Love is hard, sex is easy, God in heaven, could you please me?”

Nem Beyoncé, Katy Perry e teorias iluminatis foram poupadas na investigação:

Arcade Fire - Signs of Life

Arcade Fire - Signs of Life

Arcade Fire - Signs of Life

A faixa junta-se ao repertório de Everything Now, de canções como “Creature Comfort” e a faixa título, que chega às lojas no dia 28 de julho pelo selo Columbia.

JAY-Z lança ‘4:44’ e traz Frank Ocean, Beyoncé, Damian Marley e mais convidados no álbum

sexta-feira, junho 30th, 2017

JAY-Z

O poderoso JAY-Z disponibiliza o álbum 4:44, o seu 13° trabalho da carreira e sucessor de Magna Carta Holy Grail, na íntegra para os assinantes da plataforma TIDAL após soltar uma série de teasers promocionais.

O disco, com dez faixas no repertório, traz participações especiais de Frank Ocean (em “Caught Their Eyes”), Damian Marley (em “Bam”) e a mãe do rapper, Gloria Carter (em “Smile”). Beyoncé empresta os vocais em “Family Feud” e a filha do casal, Blue Ivy, aparece em “Legacy”.”

O trabalho é calcado em uma série de críticas sociais e soa como uma resposta ao Lemonade para Jay refletir fama, matrimônio e experiências como um homem negro bem sucedido na América. Em “Kill Jay Z” relembra a briga com Solange num elevador e tretas com Kanye West, em “4:44” sugere uma série traições durante o casamento e comenta sobre a “Becky with the good hair” (de “Sorry” de Bey) – mas assim como em “All Night” do Lemonade, tudo é “resolvido” na faixa “Family Feud” – e em “Moonlight” critica a indústria do entretenimento em versos como “nós estão presos em ‘La La Land’, até quando nós ganhamos, nós iremos perder” fazendo referência à confusão durante à entrega do Oscar de Melhor Filme deste ano e a direção que a cultura toma.

O disco é todo produzido por Ernest Dion Wilson (a.k.a. No I.D.).

“The Story of O.J.”, faixa com sample de Nina Simone, ganha um videoclipe animado com desenhos antigos e de caráter racista dirigido por Mark Romanek e JAY-Z.

Foster the People exagera nos excessos de influências no single “Loyal Like Sid & Nancy”

sexta-feira, junho 30th, 2017

Foster the People

Depois de anunciar o álbum Sacred Hearts Club com um trailer promocional, os integrantes do Foster the People dão o pontapé inicial na promoção do disco com o single “Loyal Like Sid & Nancy”.

A faixa toma um rumo diferente das produções da banda, exagera no excesso de influências musicais comerciais e pop eletrônicas para moldar um banger básico e com poucos fragmentos do antigo Foster the People em seu refrão.

Sacred Hearts Club, o sucessor de Supermodel, chega às prateleiras no dia 24 de julho pelo selo Columbia Records.

Tyler, the Creator lança a faixa “911 / Mr. Lonely” com Frank Ocean e clipe para “Who Dat Boy”

sexta-feira, junho 30th, 2017

Tyler, The Creator & Frank Ocean

Depois de participar de “Biking”, o rapper e produtor Tyler, the Creator garante a presença do amigo Frank Ocean na faixa “911 / Mr. Lonely” numa espécie de retribuição de favores.

A canção, com sua melodia carregada de groove, traz Ocean colocando o seu vocal tentador na suave produção e deixando as rimas apresadas e nervosas para Tyler, the Creator.

O rapper também mostra o single “Who Dat Boy”, parceria com A$AP Rocky, através de um insano videoclipe em que faz um transplante facial.

St. Vincent revela o seu lado romântico no single “New York”

sexta-feira, junho 30th, 2017

St. Vincent

Annie Clark (a.k.a. St Vincent) começa a dar sinais do quinto registro de estúdio, o sucessor de St. Vincent, prepara uma nova turnê – sob o título de Fear The Future – e divulga a versão de estúdio da faixa “New York”, previamente apresentada ao vivo em um evento beneficente.

O single é uma balada primorosa criada em teclados, beats crescentes e camadas vocais para Clark retratar um amor e sua relação com Nova Iorque. A produção é assinada por Jack Antonoff e Clark.

“New York isn’t New York without you, love”.

Mura Masa e Damon Albarn dividem a romântica e nostálgica “Blu”

quinta-feira, junho 29th, 2017

Damon Albarn & Mura Masa

O produtor inglês Alex Crossan, responsável pelo projeto eletrônico Mura Masa, lança a aguardada parceria com Damon Albarn (Blur / Gorillaz) em “Blu”, faixa presente no repertório do disco de estreia de Crossan.

“Blu”, que era planejada para o repertório do álbum Humanz em primeira instância, é uma balada romântica envolvida de nostalgia nos drum machines, leveza nos sintetizadores e modernidade nos vocais distorcidos de Albarn.

Mura Masa chega às lojas no dia 14 de julho pelo selo Interscope e traz participações especiais do rapper Desiigner (“All Around the World”), Charli XCX (“1 Night”), A$AP Rocky (“Lovesick”), Christine and the Queens (“Second 2 None”), NAO, Bonzai, A. K. Paul e mais.

Samantha Urbani lança clipe de “Go Deeper” e anuncia EP de estreia ‘Policies of Power’

quinta-feira, junho 29th, 2017

Samantha Urbani - Go Deeper

Depois de sua saída da banda Friends e participar de uma série de projetos musicais, a cantora e compositora Samantha Urbani, dona de singles como “1 2 3 4” e “U Know I Know”, prepara o EP de estreia solo Policies of Power.

Para dar início à promoção do compacto, Urbani mostra o videoclipe da groove noventista “Go Deeper”, faixa produzida por Daniel Aged e Sam Mehran. No material nebuloso e sensual, dirigido pela própria artista, ela aparece tomando chá debaixo da chuva num jardim e submersa em uma piscina.

“How much violence can silence create?”

Policies of Power chega às ruas no segundo semestre pelo selo Lucky Number/URU.